Bem vindos ao meu espaço

Após algum tempo a navegar neste mundo de blogosferas, dei por mim ai e ali a escrever o que se pensa aqui… resolvi então criar o "Coffee Break e 3 linhas de conversa", o lado mais dia-a-dia, o lado mais soft, talvez o lado mais “santo” de Santo&Pecador. Serve este blogue, como o próprio nome o diz, para fazer uma pausa e escrever 2 ou 3 linhas sobre aqueles pensamentos, ideias e momentos (bons, maus ou mesmo aqueles assim-assim) que nos surgem durante o dia ou da noite. Vou tentar assim com as vossas opiniões e com algumas, saudáveis, discussões que por aqui vão ficando, tentar enriquecer e melhorar o meu padrão de vida e algo mais…



Logo estão todos convidados para um Coffee Break e 3 linhas de conversa,

quinta-feira, 9 de junho de 2011

O que se perde...


perder é diferente de parar
e parar é diferente de abandonar
e abandonar é diferente de afastar
e afastar é diferente de desistir
...é aceitar!

aceitar é afastar e é parar
abandonar é desistir e é perder
e perder é...o que se perde!

Perder...o que se abandona.

9 comentários:

CoisasDaGaja disse...

Pode ser! Mas há lutas que é bom perder...

Santo&Pecador disse...

Gaja,
Hum... talvez!?
Depende do contexto.


Beijo!

BlueAngel disse...

Onde é que eu já vi isto hoje lol:P

mas concordo com a Gaja que há lutas que as vezes é bom saber parar...

beijosssssssss

Santo&Pecador disse...

BlueAngel,
Trouxe com a devida autorização ;-)

A resposta ao teu comentário e ao da Gaja, está no Post, que acabei de alterar... ou acrescentar.

Beijo!

Sus disse...

Mas há "batalhas" que se perdem que apenas são a oportunidade de recomeçar de novo...

perder... abandonar... desistir...

Desde que não sejam por nós mesmos às vezes também é preciso.

Beijooooooooo :)

Santo&Pecador disse...

Sus,
Perder o que temos, é um perder diferente de perder o que não se tem ou desconhece ainda. Isso é desistir, abandonar, talvez até receio, medo (não sei do quê), etc...
Por outro lado, quem desiste... abandona...perde... é porque não tem interesse, logo nem se dá ao trabalho de dar uma oportunidade.

Beijo!

Sus disse...

Concordo que seja diferente, mas às vezes o pouco que se vê chega... ou amedronta de tal forma, que se prefere o chão a voar, mesmo que este tantas vezes só nos dê uma falsa segurança.

Quando falava atrás em desistir, abandonar, era sempre no sentido de que não devemos desistir de nós nunca, mesmo que em alguns momentos implique "desistir" dos outros...

Beijoca

Sofia disse...

Só perdemos o que não é nosso... e nao há nada nosso, muito menos por tempo indefinido! :-)
Pode-se parar e afastar sem perder, mas abandonar é o contrário de perder..., desistir é aceitar... e não há certo nem errado...qualquer uma das atitudes é a melhor nalguma altura!
Pareço La Palisse, cheguei e disse: pois, mais ou menos isso e isto assim assim e agora assino! ehhehhe Um beijo!

Santo&Pecador disse...

Nada é nosso! Isso é uma grande verdade. Nem por tempo definido.
Por vezes tem-se o privilégio de desfrutar da companhia de alguém, porque esse alguém assim também o quer.

Só se perde, depois de se ter.

Abandonar ou desistir de algo antes de se ter é perder.

Parar e afastar, porque se sabe ser impossível ter é aceitar.

Sem se ter, o que é certo ou errado é sempre uma incógnita.

Sofia La Palisse, não foi a primeira vez que chegaste e... e disseste. :-)

Sabes bem, que aqui ou fora daqui podes sempre dizer o que quiseres e pensares. :-)

Beijo!