Bem vindos ao meu espaço

Após algum tempo a navegar neste mundo de blogosferas, dei por mim ai e ali a escrever o que se pensa aqui… resolvi então criar o "Coffee Break e 3 linhas de conversa", o lado mais dia-a-dia, o lado mais soft, talvez o lado mais “santo” de Santo&Pecador. Serve este blogue, como o próprio nome o diz, para fazer uma pausa e escrever 2 ou 3 linhas sobre aqueles pensamentos, ideias e momentos (bons, maus ou mesmo aqueles assim-assim) que nos surgem durante o dia ou da noite. Vou tentar assim com as vossas opiniões e com algumas, saudáveis, discussões que por aqui vão ficando, tentar enriquecer e melhorar o meu padrão de vida e algo mais…



Logo estão todos convidados para um Coffee Break e 3 linhas de conversa,

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Mindinho Erecto


Todos nós temos tiques, manias, vícios e outros hábitos que fogem ao comum da pessoa com que nos identificamos ou nos identificam. O engraçado não é o facto de termos esses pequenos tiques ou vícios. Mas sim o facto de nunca repararmos neles, até alguém nos chamar a atenção.
Estava eu num bom momento de lazer, acompanhado de uma boa imperial e de uns bons amigos, quando uma amiga fez a inesperada observação ao meu amistoso tique, até agora por mim desconhecido. Para declarar ainda mais o tique como algo pessoal, até mesmo familiar - quiçá herdado nos genes – acrescentou que o meu irmão tinha esse mesmo tique. Por incrível que pareça, ou não, visto eu reconhecer ser um pouco (assim para o grande) distraído, também nunca tinha reparado que também ele era detentor deste nosso familiar tique.
Parece que tanto eu como o meu prezado amigo e irmão, temos por hábito de esticar o dedo mindinho, no acto de segurar o recipiente que usamos para ingerir a bebida que nos encontramos a beber. Sobretudo no instante em que transportamos esse mesmo recipiente à boca, nomeadamente, uma chávena no caso de ser café, ou como foi o caso, um copo, visto estar a beber uma imperial como já antes tinha referido.
Tendo em conta o prazer que tenho ao beber a bebida por mim escolhida, assumo que este casual elevar do dedo mindinho é um reflexo desse mesmo prazer.
Como a minha querida amiga disse, um caso único de “mindinho erecto”.

Sem comentários: