Bem vindos ao meu espaço

Após algum tempo a navegar neste mundo de blogosferas, dei por mim ai e ali a escrever o que se pensa aqui… resolvi então criar o "Coffee Break e 3 linhas de conversa", o lado mais dia-a-dia, o lado mais soft, talvez o lado mais “santo” de Santo&Pecador. Serve este blogue, como o próprio nome o diz, para fazer uma pausa e escrever 2 ou 3 linhas sobre aqueles pensamentos, ideias e momentos (bons, maus ou mesmo aqueles assim-assim) que nos surgem durante o dia ou da noite. Vou tentar assim com as vossas opiniões e com algumas, saudáveis, discussões que por aqui vão ficando, tentar enriquecer e melhorar o meu padrão de vida e algo mais…



Logo estão todos convidados para um Coffee Break e 3 linhas de conversa,

quarta-feira, 21 de março de 2012

Reencontro...


"... num passo incerto e hesitante, consumido por uma incompreensível timidez, caminha na direcção de Iara de uma forma lenta e subtil. Estranhamente sente-se atrapalhado com o facto de possuir mãos, parecia-lhe que era uma parte nova no seu corpo, que acabara de nascer. Desesperado e sem saber onde as arrumar, coloca-as, ora dentro dos bolsos, ora penduradas e seguras pelos polegares nos bolsos das calças de ganga, intencionalmente gastas e rasgadas dando-lhe um ar mais jovial.
Iara arrumava o seu gentil corpo entre os objectos que a acompanhavam; um pequeno troler vermelho que pela forma oval que impunha, encontrava-se no seu limite; uma mala a tiracolo de onde retirara o telemóvel, possivelmente para ligar a Pedro avisando-o da sua chegada; um casaco comprido que serenamente adormecera no seu agradável colo, encobrindo toda a beleza e sensualidade que as suas pernas difundiam entre a pequena saia que evocava por um dia primaveril.
Ao ver Pedro, guardou calmamente o telemóvel na mala - dando por terminado a intenção de lhe telefonar - acordou suavemente o casaco, antes de o vestir e acomoda-lo com uma delicada precisão no seu aprumado corpo e, por fim, colocando a mala a tiracolo, desloca-se numa calma velocidade, uma velocidade diferente, como se todos fugissem da morte e ela caminhasse para a vida.
Pedro sorrira ao reconhecer aquele ligeiro descair de cabeça para o lado direito, auxiliado de um sorridente olhar que atiravam para segundo plano qualquer outra expressão. Os seus lábios, feitos de um morango fresco, eram um convite ao beijo recordado.
Ele avançava para ela, de carteira e telemóvel numa mão e a outra solta, desprezando toda a atrapalhação e desconcerto do momento anterior.
Era indescritível aquele momento único, já antes por ambos, sonhado em segredo.
Faziam-no vagarosamente, demoravam-se nos passos, estudavam-se mutuamente, relembravam os gestos, as expressões, reviviam os anos e no encurtar da distância percorrida, o odor das peles, antes combinada, transporta-os para o gosto do sabor das noites de amor. As palavras foram substituídas por uma simples troca de sorrisos, olhos cintilantes, fixados uns no outro, cientes de uma certeza. Não era um sonho.
- Olá! "

22 comentários:

S.o.l. disse...

Está a ficar mesmo muito bom, é delicioso ler cada trecho que partilhas.

Beijo

Moonlight disse...

Meu amigo,

Acho que os proximos capitulos serão deveras fabulosos....ou simplesmente esquecidos aqui por motivos maiores!
Desejo tudo de melhor,para alguêm merecedor.

Bjinho cheio de luar

Anónimo disse...

:DDD. :*** ;) Blueangel

BlueAngel disse...

:DDD. :*** ;)

Santo&Pecador disse...

S.o.l.,
vou avançando, conforme as inspirações...
Foi bom, porque já não "escrevia" há imenso tempo...

Beijo!

Santo&Pecador disse...

Moonlight,
esquecidos, nunca o serão...

Beijo!

Santo&Pecador disse...

BlueAngel,
percebi logo no anónimo, que eras tu. :)

e de lembrar, que foi por causa de uma nossa conversa, que nasceu esta minha ideia... :)

Beijo!

S.o.l. disse...

Tens de escrever mais vezes ;)

BlueAngel disse...

e essa música é demaissssssssssss :***

Moi disse...

Está muito bom! :))
Feliz por ti, e escreve mais...





Beijo grande

Santo&Pecador disse...

Moi,
Obrigado!
:)

Beijo!

Sol de Dezembro disse...

Gosto de te ler.
E a banda sonora, fantástica como sempre.

Beijos

Paula NoGuerra disse...

Inspira-nos sempre :)

PS: nunca mais passaste no meu cantinho :(

Santo&Pecador disse...

Sol de Dezembro,
Obrigado!
Fico contente que gostes de me ler e de me "ouvir cantar". ;)

Beijo!

Santo&Pecador disse...

Paula,
Obrigado amiga!
Eu sei Paulinha que estou em "falta" :(
...tu que me segues já desde os tempos do meu 1º Blogue, notarás certamente a diferença do que escrevia naquela altura para agora. Mesmo aqui no meu blogue escrevo muito pouco. Falta de tempo, inspiração, etc, etc... quando me voltar a encontrar, eu voltarei a escrever. :)

Beijo doce!

PS:Por vezes passo por lá, como por outros blogues, mas raramente comento. Sabes que não gosto de comentar só por comentar. :P

Anónimo disse...

Santo & Pecador:

Que te sobre tempo
Que não te falte inspiração
Que nunca te levantes sem sonhos
Que te vistas sempre de esperança
Que caminhes sempre com fé
Que nunca vivas sem Amor... para continuares sempre a escrever

Eu... voltarei sempre cá, porque quase sempre me encontro!

\õ/

Impossible-not-fall disse...

Olá,

Simplesmente maravilhoso, os próximos capitulos vou ser ainda mais fascinantes!!!!

Beijinho

Margarida disse...

:)Obrigada!!! Fico toda vaidosa!

*Também gosto muito do teu, da forma transparente como escreves!

Santo&Pecador disse...

Anónimo,
na inspiração e nas minhas palavras, assim como nos meus sonhos está sempre presente os que de alguma forma interferem com as minhas emoções...logo tu estás presente! :)
Aqueles a quem eu interiormente classifico como Amigos, com A grande são e serão sempre uma das minhas fontes de inspiração e apoio.

Volta sempre, pois encontrarás-te sempre. :)

Beijo!

Santo&Pecador disse...

Impossible-no-fall,
Olá, fico contente que tenhas gostado.
Certamente, irão por aqui aparecer mais vezes, pequenos excertos de vários capítulos. :)

Beijo!

Santo&Pecador disse...

Margarida,
Podes ficar porque é merecido. :)
Obrigado pelo elogio à minha escrita, mas como antes te disse, gosto do teu 3 em 1.
Se ainda não apostaste, penso que devias pensar a sério no rumo que deves dar ao teu talento na fotografia.

Beijo!

Eli disse...

Adorei.

(Fui.)